XILOGRAVURA / SEVERINO BORGES


XILOGRAVURA NA CASA DA CULTURA

XILOGRAVURA NA CASA DA CULTURA

SEVERINO BORGES

 ENDEREÇOS  CASA DA CULTURA                                                   

RUA FLORIANO PEIXOTO S/N - SÃO JOSÉ - RECIFE - PE

RAIO  SUL  115 TÉRRO E LESTE 118  TÉRREO.

FONE 3224.3338 / 8567.3136




Escrito por SEVERINO BORGES às 10h28 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Jeitinho Brasileiro / SESC SÃO PAULO - CAMPINAS

Jeitinho Brasileiro /  SESC SÃO PAULO - CAMPINASSeverino Borges, mestre em xilogravura, apresenta técnicas e a arte de manipular a madeira e a figura. Jeitinho Brasileiro Em agosto mostraremos que nossa capacidade de agir e inventar diante de situações adversas nos trouxe uma cultura popular rica nas mais diferentes linguagens artísticas.3/8 a 1/9 Xilogravura (Severino Borges)

Escrito por SEVERINO BORGES às 2h32 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

DE REPENTE É CORDEL

https://www.facebook.com/Derepenteecordel

Data: 07 À 31 / 08 / 2013 - Hora: 14:00 ás 18:00

Local: SESC CAMPINAS - SP

Este projeto, realizado em parceria com o SESC Campinas tem como pano de fundo a cultura popular nordestina. Nossa intenção é apresentar um nordeste criativo, agudo, poético e alegre. Um nordeste diferente daquele que nos é apresentado nos programas de televisão ou num cinema nacional que muitas vezes teima em nos mostrar como figuras caricatas. Este nordeste que mostraremos é o que nos presenteia com um cordelista com seus 80 anos e em plena atividade, chamado Chico Pedrosa ou um repentista com mais de 70 anos e que improvisa desde os 09 de idade, conhecido como Asa Branca do Ceará. Teremos o mestre xilogravurista Severino Borges, que vem de uma família, onde todos abraçaram este ofício artesanal. Fizemos questão de trazer Asley Ravel, da Karabina Produções, um jovem produtor cultural para nos apresentar o Sertão que ele convive, pra falar da sua luta numa terra onde o apoio é escasso e os desafios são muitos. Comporão o time de artistas nomes como o da cantora Socorro Lira, da contadora de história Paula Negrão, do cantor Doca Furtado, do repentista Roberto Silva, do violeiro João Ormond e do cordelista Samuel de Monteiro. Ao longo do mês de agosto vocês terão acesso à Literatura de Cordel, Cantorias de Improviso, Declamações, Shows musicais, Oficinas de Xilogravura e de Cordel, Exposição de Xilogravura, Intervenções Poéticas, Exibição de Documentários e um bom Debate Cultural. Esperamos sinceramente encantá-los com este projeto e acreditamos que teremos um agosto inesquecível no SESC Campinas. Sejam bem vindos ao “De Repente é Cordel”



Categoria: Evento
Escrito por SEVERINO BORGES às 11h42 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




REPORTAGEM REVISTA ¨CASA VOGUE¨

TRABALHOS EM XILOGRAVURA COLORIDA E PRETO E BRANCO, MOSTRADO NA EDIÇÃO AGOSTO REVISTA CASA VOGUE.CONTATO, (81) 8567.3136 Severino BorgesLOJA         (81) 3224.3338 , CASA DA CULTURA , RECIFE - PE RAIO SUL 115 TÉRREO E leste 118 térreo .

Escrito por SEVERINO BORGES às 3h48 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




XILOGRAVURA NA CASA DA CULTURA

 ENDEREÇOS  CASA DA CULTURA                                                   

 XILOGRAVURA  SEVERINO BORGES

RUA FLORIANO PEIXOTO S/N - SÃO JOSÉ - RECIFE - PE

RAIO , SUL 1 ANDAR 204  , TÉRREO 115

FONE 3224.3338 / 8567.3136 / 3052.4128

xilogravuras@hotmail.com

DIREITO DE IMAGEM. SEVERINO BORGES

FOTO ; NA XII FENEARTE 2011



Escrito por SEVERINO BORGES às 7h32 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PROJETO - PLANO DE AÇÃO SÓCIOAMBIENTAL - PAS

COMPANHIA HIDRELÉTRICA DO SÃO FRANCISCO - CHESF / PROJETO - PLANO DE AÇÃO SÓCIOAMBIENTAL - PAS - O PAS É UM PLANO QUE PROMOVE NÃO APENAS O CONHECIMENTO DA REALIDADE ECOSSOCIOLÓGICA; MAS DESENCADEIA JUNTO COM À POPULAÇÃO PROCESSOS DE INFORMAÇÃO, CONSCIENTIZAÇÃO, SENSIBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO. ELEMENTOS FUNDAMENTAIS NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA COM RESPOSABILIDADE. É FORMADO POR CINCO PROGRAMAS DENTRE OUTROS ESTÁ O PROGRAMA EDUCAÇÃO ARTE, CULTURA E MEIO AMBIENTE. DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE - DMA / CHESF - NÚCLEO DE AÇÕES SÓCIOAMBIENTAIS - NASA - CHESF / INSTITUTO DE ECOLOGIA HUMANA - IEH FOTOS : FELIPE FERREIRA

Jatobá - Pe

Pariconha- AlGloria - Ba

Malhada Grande / Paulo afonso  - Ba

Delmiro golveia - Al / FOTOS :Felipe Ferreira



Escrito por SEVERINO BORGES às 2h51 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Programa Família no Museu / Ja foi realizado e foi o maior sucesso!

Ja foi realizdo e foi o maior sucesso!

O Museu do Homem do Nordeste da Fundação Joaquim Nabuco, realiza o Programa Família no Museu que  acontece sempre no terceiro domingo de cada mês, tendo como objetivo estimular a visitação de grupos familiares à exposição de longa duração "Nordeste: territórios plurais, culturais e direitos coletivos”, oportunidade em que não é cobrado ingresso para a visitação a exposição como também, acesso a toda uma programação paralela.

A cada mês é escolhido um tema central que gera uma série de atividades para crianças, jovens e pais – grupos de públicos diversos. 

Para esse dia 21/03/2010 ( março ),  realizaremos o XILOMANGÁ,  onde teremos o encontro da xilogravura com o mangá.  Vamos ter a pintura de um grande painel no Museu, pintado pelo Artista Derlon, com a colaboração dos alunos do projeto Jovem Artesão do Morro da Conceição, coordenado por nós, que será feito a partir do desenho da xilogravura. Também, teremos a oficina de xilogravura pelo artista Severino Borges com o público visitante, exposição e feira de  xilogravuras, mangás, cordéis e guloseimas populares.  Esse deve ser um trabalho descontraído e contextualizado com o púiblico visitante.

Para a atividade de visitação ao museu, contamos com uma equipe de mediadores do museu que já desenvolvem bem esse trabalho e fazem sempre um link do tema do Programa com a exposição.

A divulgação do Programa, é realizada através dos meios de comunicação e de um flay.

 

 

Para o dia do Programa disponibilizamos gratuitamente, barracas, mesas e espaço, onde socializaremos as nossas experiências.

 



Escrito por SEVERINO BORGES às 11h31 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




XILOGRAVURA

XILOGRAVURA SEVERINO BORGES

UOL Busca 

 

                                 xilogravuras@hotmail.com      81 :: 3052 4128  :: 81 9934 9738 :: 9255 6128



Escrito por SEVERINO BORGES às 8h35 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




         SEVERINO BORGES

         xilogravuras@hotmail.com       81 :: 3052 4128 :: 81 9934 9738

 

 

 



Escrito por SEVERINO BORGES às 9h29 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Oficina Pro - Jovem Recife - Coelhos

 Oficina de Xilogravura 

Pro - Jovem Recife / Coelhos

 



Escrito por SEVERINO BORGES às 9h11 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




OFICINAS DE XILOGRAVURA REALIZADAS EM 2007

OFICINAS REALIZADAS NA FENNEART, MUSEU DO HOMEM DO NE e NO CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA CIDADE DE PAULISTA - PE.

ESTAREMOS ABRINDO INSCRIÇÕES PARA OFICINAS EM  2008, NO FINAL DO  MÊS DE FEVEREIRO !

CONTATOS : 81 :: 9934 9738 & 30524128 /  xilogravuras@hotmail.com 

FENNEART 2007

MUSEU DO HOMEM DO NE

 

CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA CIDADE DO PAULISTA - PE

Trabalho realizado nas oficinas.



Escrito por SEVERINO BORGES às 12h24 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

 

 XILOGRAVURA

DIREITOS DE IMAGENS RESERVADOS A ; SEVERINO BORGES

Impresso no  Papel Reciclado

 

 

Classificação:

A arte-ofício de Severino Borges é um exemplo da resistência da xilogravura popular em tempos de globalização. Uma arte que se confunde com a identidade cultural do povo brasileiro.



Categoria: Avaliação
Escrito por SEVERINO BORGES às 11h48 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




AMARO FRANCISCO

 

Essa é uma oportunidade muito importante para falar de um grande Artista,

tanto na arte como também na vida como PAI!

MEU PAI !

AMARO FRANCISCO BORGES

Amaro Francisco Borges nasceu a 12 de março de 1939, no Sítio Piroca,

município de Bezerros.

Artista popular, irmão de J. Borges, famoso xilogravador, filho de pais pobres, trabalhou na palha da cana dos sete aos treze anos de idade, no engenho Catende, Pernambuco. A partir daí começou a fazer tijolos e cestos de cipó junto com o irmão J. Borges.

Ao mudar para o Recife em busca de melhorias, foi ser pedreiro, profissão esta que lhe serviu de ganha-pão para o sustento da família até o ano de 1972.

Mas o contato direto com o cimento lhe provocou uma forte alergia na pele, principalmente nas mãos, que o impediu de trabalhar como pedreiro.

Ao retornar a Bezerros para tratamento da saúde, juntou-se aos irmãos e sobrinhos que já eram artistas famosos na arte de fazer xilogravuras e começou a trabalhar intensamente como gravador de figuras de uso decorativo.

Como todo artista popular, Amaro Francisco, possui a liberdade criativa, sem tempo e sem limites. Trabalha, cria e transmite suas imagens com fortes traços da cultura nordestina, embrenhada no seu perfil de homem sofrido.

O tema principal de sua produção centraliza-se na angústia existencial, que transmite a imagem dolorosa da seca e das famílias dos retirantes fugindo da fome e da sede.

A expressão artística do xilógrafo Amaro Francisco está dentro de uma linha primitiva, cuja imaginária, o integra ao grande universo de artistas marginais, que utilizam os frutos de sua própria condição de vida, para dar luz a sua angústia existencial.

Seus trabalhos são quase todos em preto e branco e com poucos detalhes. Segundo o artista, as imagens firmes e belas, quando gravadas em preto e branco, despertam mais interesse e atenção do público. Para melhor atender à sua freguesia, Amaro passou a imprimir também em tecido algodãozinho as suas antigas matrizes, em preto e branco e coloridas.

Sua oficina funciona em sua residência,  em Bezerros. Suas matrizes variam de tamanho e de tema, e contam mais de duzentas peças.

 Nota - AMARO FRANCISCO , FALECEU NO DIA 08/06/2006



Escrito por SEVERINO BORGES às 12h46 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Xilo feita exclusiva para LOGO MARCA, SEVERINO BORGES

DIREITOS DE IMAGEM RESERVADOS A ; SEVERINO BORGES

.

 



Escrito por SEVERINO BORGES às 10h12 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SEVERINO BORGES

 

BIOGRAFIA 

Menino que nasceu em Escada e cresceu na pacata Bezerros, em Pernambuco, brincando e jogando bola na rua, subindo em árvores, pulando muros e fugindo da mãe para ouvir histórias cantadas nas feiras da cidade, Severino viveu a liberdade de outros tempos. Era o auge da literatura de cordel - uma mistura de jornalismo rústico e romanceiro da caatinga - que determinou a identidade cultural de gerações de brasileiros. Entre eles, Severino, que teve na forte presença paterna o alicerce de sua formação moral e artística. O pai é o xilogravador Amaro Francisco. O talento na arte de cortar a madeira vem de família. A mãe, Dona Nena, talha as próprias matrizes. O mesmo acontece com outros parentes. O precursor é o tio J.Borges, o poeta popular que o sobrinho admira e de quem tem orgulho desde pequeno.

Mesmo rodeado pela arte, o menino seguiu outros caminhos. Casou-se aos dezenove anos, parou os estudos no segundo grau e foi trabalhar duro. Exerceu muitos ofícios, de ajudante de pedreiro a funcionário da indústria de plásticos. Com a saúde prejudicada por causa do trabalho, mudou-se para Olinda, em 1996, quando incentivado pelo pai aventurou-se na xilogravura. Fez dez matrizes, tirou cópias e começou a vender. O resultado deu esperança ao aprendiz. Depois, o tempo permitiu ao artista amadurecer sua obra.

Hoje, Severino domina com habilidade as goivas e suas ferramentas improvisadas a partir de facas afiadas. Seus desenhos não só surgem da imaginação, como são frutos da leitura, da pesquisa, e da observação minuciosa das manifestações populares nas ruas. Com um traço primitivo e de poucos detalhes, consegue dar vida ao folclore do Nordeste. Seu estilo de composição é marcado pelo isolamento das figuras e pelo contraste do preto e branco. Mas a disposição gráfica também lhe permite explorar as cores. Na mesma matriz, pinta as partes distintas do desenho e imprime colorido. Obtém xilogravuras com texturas diferentes ao utilizar a umburana e o cedro. Da primeira madeira resulta uma impressão mais fechada, sem marcas, ao contrário da segunda que denuncia suas fibras no papel.

Severino é uma exceção entre os gravadores populares porque também se tornou um bom empreendedor. Fez cursos para melhor administrar os negócios e investiu com carinho e sutileza na apresentação dos seus produtos. Em 2005, conseguiu abrir uma loja, na Casa da Cultura de Recife, onde também vende obras de outros artistas e artesãos. Além do papel avulso, suas xilogravuras estão em azulejos queimados, canecas, pratos, camisetas, chapéus e panôs. Hoje, Severino participa de congressos e feiras de artesanato em todo o país e seus trabalhos são vendidos nas grandes cidades brasileiras.

Esdra Campos - jornalista e pesquisadora do projeto Xilobrasil que visa o mapeamento da xilografia popular brasileira.
Visitantes conectados: 1 Quarta, 20 de Junho de 2007
Severino Borges Xilogravura - Recife - Pernambuco - Brasil



Escrito por SEVERINO BORGES às 10h03 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, OLINDA, MONTE, Homem, Portuguese, Música, Arte e cultura
Outro -
Histórico
Categorias
  Todas as Categorias
  Evento
  Avaliação
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Catalógo severino.borges.nom.br
  Centro Pernambucano de Design
  Centro de Artesanato em Bezerros - Pe
  FENNEART
  Orkut Severino Borges
  wikipedia
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?